Tag Archives: Caixa D’água Torre

Caixa d’água de metálica é versátil

A caixa d’água metálica apresenta muitas vantagens em relação a outras fabricadas em diferentes materiais, como concreto e polietileno. Além da metálica ter menor custo x benefício, ser de fácil transporte e ter alta durabilidade, ela pode ser produzida em diversos modelos.

O modelo de caixa d’água mais tradicional é o tipo taça, seguido da caixa d’água tubular, ou cilíndrica como também pode ser chamada. No entanto, é possível diversificar destes tipos de reservatório. Na foto ao lado podemos observar uma caixa diferente. Ela foi feita para ficar rente à parede, próxima a um jardim. A água armazenada poderá ser tanto captada pela chuva como vir de outros fins, porém será exclusiva para irrigar jardins e lavagens externas de um imóvel.

Caixa d'água exclusiva pode captar água da chuva

Caixa d’água exclusiva pode captar água da chuva

Esta caixa d’água foi feita de acordo com um projeto exclusivo de um cliente e, assim como ela, a FAZ FORTE, pode desenvolver outros modelos de reservatórios para atender diferentes projetos. Esta versatilidade é possível através da matéria-prima utilizada para produzir a caixa d’água metálica: o aço carbono.

Além de ser considerado um material 100% reciclado, pois pode ser reutilizado inúmeras vezes sem perder suas principais propriedades, o aço carbono oferece mais rapidez na conclusão dos projetos. Entre um pedido e a entrega do reservatório são estimados de 20 a 30 dias, salvo o tempo de cura de base, que deve ser de 10 dias entre a produção da mesma e a instalação da caixa d’água.

Para ter uma caixa d’água exclusiva basta entrar em contato com o departamento comercial da FAZ FORTE. A empresa conta com uma equipe de especialistas pronta para atender!

Entenda o que é água desmineralizada

Também conhecida como água  deionizada, a água desmineralizada é conhecida por ser totalmente pura, livre de minerais, íons e metais pesados. Possui os mesmos benefícios e características da água destilada, porém elas são obtidas através de processos diferentes.

A principal diferença entre a água desmineralizada e a destilada é que a primeira não utiliza energia durante o processo de purificação.  São usadas apenas resinas especiais que processam uma troca iônica, de onde surge a água pura. Existe ainda o processo por osmose reversa, onde a filtragem é mecânica e descarta produtos químicos.

Água bruta também pode ser utilizada para consumo

Água bruta também pode ser utilizada para consumo

A água desmineralizada é muito usada em processos químicos industriais, que precisam da água bruta para não causar prejuízos nas fábricas. Um exemplo é a utilização em caldeiras para evitar a corrosão e ainda a formação de incrustações – efeito característico do acúmulo de sais na superfície.

Este tipo de água também é indicado para consumo, por proporcionar benefícios ao organismo. O excesso de minerais como carbonato de cálcio e magnésio podem contribuir no desenvolvimento de arteriosclerose, cálculo renal, artrite, catarata, artrose e diversas outras doenças.  Há ainda estudos que relacionam o consumo da água desmineralizada com a longevidade e a eliminação de toxinas do organismo.

No Brasil, o processo de retirar os minerais da água através das resinas é o mais utilizado. Isso porque é de baixo custo, tem facilidade operacional e a taxa de recuperação da água é alta. Com informações do Pensamento Verde.

Volume do Sistema Cantareira fica abaixo de 9%

Neste fim de semana o Sistema Cantareira, que abastece a Grande São Paulo, ficou com seu volume d’água em 8,9%, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).  Esta é a menor marca registrada até agora. No mesmo período do ano passado esse percentual era de 61,5%.

Desde o final do ano passado a crise hídrica se agrava devido ao volume reduzido de chuvas, que está bem inferior a média para o verão.  Desde que o sistema foi criado, na década de 70, esta é a pior situação.

Sistema tem o pior índice desde que o sistema foi criado

Sistema tem o pior índice desde que o sistema foi criado

Na próxima quinta-feira (15), serão concluídas as obras que irão facilitar a retirada das águas do fundo das represas, o chamado volume morto. Serão dois canais de 3,5 quilômetros, com 17 bombas. O investimento foi  de R$ 80 milhões de reais.

O uso desta reserva técnica já havia sido apontado há aproximadamente um mês pela diretoria da Sabesp. Nesta época o volume do reservatório estava em 12%. Ainda de acordo com a companhia, o total de água abaixo do nível das comportas chega a 300 bilhões de litros, mas serão disponibilizados, neste momento, somente 200 bilhões.

Outras medidas também foram tomadas pela companhia, como a transferência de água dos sistemas de armazenagem Alta Tietê, hoje com 33,8% e do Guarapiranga, com 75% de capacidade ocupada. Há ainda o programa de desconto em contas de quem reduzir o consumo de água em 20% sobre a média dos últimos 12 meses.

Conheça algumas curiosidades sobre a água

E em meio uma das piores crises no abastecimento de água é importante ressaltar a necessidade de preservar este recurso natural. Por isso nunca é demais lembrar alguns fatos curiosos e que ajudam a preservar o meio ambiente. Vamos conferir?

 1-   Lavar a louça com a torneira aberta desperdiça de 12 a 20 litros por minuto.

2-   Cerca de 2,7 bilhões de pessoas vivem em lugares que sofrem com a escassez de água

3-   A produção de um hambúrguer de soja usa em média 160 litros d’água, enquanto que um de carne bovina necessita de mais de mil litros.

4-   O uso doméstico representa cerca de 8% a 10% do consumo mundial de água.

5-   Um litro de óleo jogado no ralo pode contaminar até 25 mil litros de água.

Se toda água do planeta coubesse em uma garrafa de 1 litros, só meia gotinha estaria disponível para beber

Se toda água do planeta coubesse em uma garrafa de 1 litros, só meia gotinha estaria disponível para beber

6-   Os cachorrinhos devem tomar banhos de quinze em quinze dias. Mais do que isso é prejudicial ao animalzinho e ao meio ambiente.

7-   A água mineral engarrafada pode prejudicar os dentes. Isso acontece através da acidez da água que é diferente da água que sai da torneira, uma vez que esta passou por tratamentos antes de chegar ao consumidor.

8-   No Brasil 40% da água tratada é desperdiçada antes de chegar ao consumidor devido a vazamentos. No Japão o índice é de apenas 5%.

9-   O verão de 2014 foi um dos mais intensos dos últimos 70 anos, o que resultou num consumo maior de água.

10- Se toda água do planeta coubesse em uma garrafa de 1 litros, só meia gotinha estaria disponível para beber.

Com informações do Blog Planeta Água

Saiba os benefícios de beber água com limão

Sempre lembramos aqui no Blog da importância de beber cerca de 2 litros d’água por dia para hidratar o corpo. E se além de hidratar, a água seja vitaminada e traga mais benefícios. O limão fresco em fatias numa jarra pode ser mais do que refrescante.

O limão é uma fruta natural de Vitamina C, que ajuda a fortalecer o sistema imunológico, evita gripes e resfriados e equilibra o açúcar do sangue. A fruta ajuda a eliminar toxinas, realizando uma limpeza no corpo.

Há ainda outros nutrientes presentes no limão que são importantes para nosso organismo como cálcio, cobre, magnésio, iodo, ferro, fósforo, silício e ácido málico.

Então, antes de colocar as rodelas de limão na jarra vamos saber o que limão:

1 – Auxilia na digestão

2 – Purifica o sangue

3 – Bom para os dentes

4 – Excelente para a pele

5 – Faz bem ao estômago

Limão é uma fruta rica em Vitamina C

Limão é uma fruta rica em Vitamina C

6 – Ajuda a diminuir a febre

7 – Ajuda a curar a inflamação de garganta

8 – Ajuda a perder peso

9 – Controla a pressão sanguínea

10 – Auxilia o tratamento para reumatismo

11 – Ajuda na cura dos distúrbios respiratórios

Além desses benefícios, tomar água com limão ajuda a aliviar o stress, uma vez que a vitamina C é uma das primeiras coisas consumidas pelo organismo quando este passa por uma situação de stress.

Para quem está tentando diminuir o vício em café, uma dica é tomar um copo de água morna com limão. Depois de ingerir esta mistura, o organismo tem menos necessidade da cafeína.

Água de banho pode ser reutilizada em residências

A Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu, após estudos, que cada pessoa necessita cerca de 110 litros por dia. Este volume seria o suficiente para atender as necessidades de consumo e higiene. Porém, no Brasil é preciso melhorar o uso da água, uma vez que aqui o consumo é de aproximadamente 200 litros por dia.

Como o Brasil é um país tropical, é comum as pessoas terem o costume de tomar mais de um banho por dia. Levando em consideração que durante um banho de 15 minutos são gastos mais de 1500 litros no mês, podemos concluir que muita água tratada está indo para o ralo. Por aqui o consumo médio de uma pessoa é de 200 litros por dia, enquanto que a ONU estima que o ideal para garantir o consumo e higiene é de 110 litros.

O banheiro é um dos principais vilões do desperdício de água, então porque não reaproveitar a água do banho para outros fins. Já existem equipamentos que captam, armazenam e filtram a água que poderá ser reutilizada em vasos sanitários, lavagem de quintal e até mesmo irrigar o jardim.

Um banho de 15 minutos são gastos mais de 1500 litros no mês

Um banho de 15 minutos são gastos mais de 1500 litros no mês

Se a residência não possui equipamento para captar a água, basta usar a criatividade, como balde ou bacia, que poderão solucionar parte do problema de desperdício de uma residência. Essa água poderá ser usada para qualquer fim que não tenha contato direto com o ser humano, como calçadas, lavagem de carros.

A mesma ideia da para ser aproveitada para captar água de chuva. Um benefício de adotar esse hábito é que diminui o volume de água lançado em galerias, amenizando enchentes.  Claro que o trabalho será de formiguinha, mas se cada um fizer sua parte o resultado poderá ser enorme.

A diferença entre reutilizar água da chuva para a do banho é que não podemos contar com a primeira o tempo todo, principalmente em época de estiagem. Já a do banho pode ser captada diariamente.

São Francisco é a primeira cidade a proibir água engarrafada nos EUA

A partir de outubro deste ano a cidade de São Francisco, na Califórnia-EUA, irá proibir a venda de água em garrafas plásticas. A cidade, que é conhecida por lançar tendências, foi a primeira a adotar a medida no país.

A decisão foi aprovada unanimemente pelos vereadores, após cobranças e protestos realizados por ativistas. Ainda é necessária uma segunda votação antes do prefeito assinar a lei. A proibição seria a partir de outubro deste ano para locais fechados de propriedade pública e em 2016 para eventos em locais abertos. Os eventos esportivos, como a maratona da cidade, foram excluídos destas restrições, uma vez que os atletas necessitam de muita hidratação.

Garrafa Pet é um grande problema ambiental

Garrafa Pet é um grande problema ambiental

Um dos vereadores lembrou que apenas na década de 90 que surgiu a indústria de água engarrafada, cujo faturamento atual é de US$ 60 bilhões por ano só nos Estados Unidos.  Uma solução apontada é que a prefeitura aumente o número de estações de água em espaços públicos.

O projeto também foi alvo de críticas, em especial da indústria de garrafas plásticas. O argumento é que a medida não permite o consumidor escolher uma água mais saudável, como a mineral. Outros já dizem que a lei pode aumentar o consumo de refrigerantes ou outras bebidas enlatadas.

Mesmo sendo a primeira vez que uma cidade americana toma a iniciativa de inibir o comércio de água engarrafada, outras localidades tiveram atitude semelhante. É o caso da Universidade de Seattle, que proibiu o consumo da bebida no campus.